A Retomada da Geopolítica Russa: a Influência do Eurasianismo na Anexação da Crimeia à Rússia

Thainá Penha Baima Viana Nunes, Mayane Bento Silva

Resumo


Durante sua história, a geopolítica russa experimentou diversas transições, sem deixar para trás sua essência imperialista. Apesar dos entraves sofridos pela Federação no pós-Guerra Fria, Vladimir Putin reergueu o Estado russo, recuperando tal essência e implementando entre seus objetivos geopolíticos a recuperação da influência dos ex-soviéticos em seu redor geográfico. Deste modo, este artigo busca compreender qual o papel da anexação da Crimeia à Rússia em 2014 para a geopolítica eurasianista, utilizando-se de uma complexa revisão de literatura que tornou possível concluir que a anexação da Crimeia à Rússia é uma forma de reafirmação da geopolítica russa nos níveis econômico, cultural e geopolítico, configurando a expansão do território dos ex-soviéticos e trazendo à tona, novamente, uma corrente expansionista que poderia ser considerada retrógrada para a geopolítica atual, o que torna o tema uma relevante contribuição para as novas abordagens geopolíticas no século XXI.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.26556/1807-1260.2018.v.15.n.29.p.17-28.2018

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Revista Intellector | Intellector Journal 
 
Editor-Chefe/Editor-in-Chief: Dr. Charles Pennaforte
Editor Adjunto/Deputy Editor: Dr. Marco Antônio Fávaro Martins
 
Publicação do Centro de Estudos em Geopolítica e Relações Internacionais (CENEGRI) criada em maio de 2004.
 
Published by The Centre for Studies on Geopolitics and Foreign Affairs since 2004
 
ISSN (digital) 1807- 1260| ISSN (impressa) 1808-0529
 
Caixa Postal 91 - CEP 96010-971 - Brasil
editor-intellector@cenegri.org.br
atendimento@cenegri.org.br
 
DOAJQualis Latinindex Clase Periódicos SEER