Medidas Internacionais de gestão do espaço do cidadão e do espaço do turista de cidades patrimonializadas: o exemplo de Guimarães (Portugal)

Marcela do Nascimento Padilha

Resumo


Os centros históricos tornaram-se, a partir da segunda metade do século XX, espaços valorizados pelo turismo e, por isso, muitos deles, que se encontravam em situação de abandono ou de insegurança pública, passaram por intervenções voltadas para a sua revitalização a fim de atrair turistas e, também, empresários. No entanto, é possível encontrar casos nos quais as intervenções urbanas foram feitas tendo como foco a melhoria da qualidade de vida da população local e o turismo apareceu como uma consequência da valorização dos cidadãos. O exemplo apresentado aqui é o da cidade de Guimarães, localizada no norte de Portugal. No início da década de 1980, toda a riqueza histórica e cultural do centro da cidade encontrava-se em estado de intensa degradação. Mas este quadro foi alterado a partir das intervenções feitas por um grupo de profissionais do Gabinete Técnico Local, responsável por realizar as reformas dos espaços públicos e de alguns edifícios com a participação dos moradores. Dessa forma, por meio da revitalização dos espaços públicos onde a qualidade de vida dos cidadãos foi tratada como prioridade, Guimarães provou que o espaço do cidadão e o espaço do turista não precisam ser incompatíveis.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.26556/1807-1260.v15.n29.p.82-99.2018

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Revista Intellector | Intellector Journal 
 
Editor-Chefe/Editor-in-Chief: Dr. Charles Pennaforte
Editor Adjunto/Deputy Editor: Dr. Marco Antônio Fávaro Martins
 
Publicação do Centro de Estudos em Geopolítica e Relações Internacionais (CENEGRI) criada em maio de 2004.
 
Published by The Centre for Studies on Geopolitics and Foreign Affairs since 2004
 
ISSN (digital) 1807- 1260| ISSN (impressa) 1808-0529
 
Caixa Postal 91 - CEP 96010-971 - Brasil
editor-intellector@cenegri.org.br
atendimento@cenegri.org.br
 
DOAJQualis Latinindex Clase Periódicos SEER